Pesquisa Rede-SANS

Conhecendo o Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) na atenção básica do SUS no estado de São Paulo

Por que conhecer o SISVAN-SP?
Os dados sobre alimentação e estado nutricional de uma população dizem muito sobre o seu estágio de desenvolvimento social e econômico e sobre a qualidade de vida das pessoas que residem no determinado território. Esses dados são tão importantes quanto é, por exemplo, saber o número de pessoas atingidas por uma doença ou total de desempregados na população. Os dados sobre a população são importantes indicadores das suas necessidades e orientam os investimentos em políticas públicas e, principalmente, a ação local para priorização e resolução dos problemas prevalentes na comunidade.

O que a Rede-SANS pretende com a pesquisa?
Elaborar um diagnóstico propositivo quanto à atuação do SISVAN no Estado de São Paulo, levando em conta:
- A proporção de avaliações antropométricas realizadas na população que frequenta a unidade em relação ao total de indivíduos atendidos em cada ciclo da vida.
- A oferta de serviço de orientação e educação nutricional para a população atendida nas unidades.
- Os recursos do município e da unidade para a realização das atividades de monitoramento e promoção da alimentação saudável, adequada e solidária.
- Os procedimentos das equipes de saúde para obtenção dos dados antropométricos.
Quais são as etapas da pesquisa?
1ª etapa: sorteio de 65 (10%) dos municípios do Estado de São Paulo para compor a amostra da pesquisa (1º semestre de 2011).
2ª etapa: convite ao município para fazer parte da amostra da pesquisa (1º semestre de 2011).
3ª etapa: seleção e treinamento dos bolsistas com a colaboração de professores de Instituições de Ensino regionais (1º semestre de 2011).
4ª etapa: Pesquisa de campo (2º semestre de 2011) composta de:
- Levantamento de informações populacionais e sobre o SISVAN do Estado de São Paulo nos bancos de dados oficiais.
- Entrevista com os responsáveis pelo SISVAN (SISVAN WEB e Bolsa Família) no município.
- Entrevista com os gestores das 240 unidades sorteadas para participar da pesquisa.
- Entrevista com os membros das equipes de saúde das unidades sorteadas para participar da pesquisa.
- Avaliação da acurácia ou precisão dos equipamentos antropométricos utilizados nas unidades de saúde.
- Avaliação da concordância dos dados antropométricos produzidos na unidade com aqueles obtidos na pesquisa.
5º etapa: análise dos dados obtidos (1º semestre de 2012).
6ª etapa: divulgação dos resultados (2º semestre de 2012).
Quais os resultados esperados?
- Com os resultados da pesquisa se espera obter um mapa da situação do SISVAN no Estado de São Paulo, o qual possa referenciar o planejamento de ações locais, estaduais e nacionais de vigilância alimentar e nutricional e de promoção da alimentação saudável, adequada e solidária.
- Subsidiar as equipes de saúde com material informativo sobre os procedimentos de antropometria nas unidades de saúde.
- Promover uma ampla discussão sobre o papel e a execução do SISVAN no contexto da Política Nacional de Alimentação e Nutrição. Como o município e as equipes de saúde serão informados do resultado da pesquisa?
- Os resultados da pesquisa nos municípios e nas unidades serão fornecidos na forma de relatórios individuais.
- Um relatório final da pesquisa contendo os dados dos 65 municípios será fornecido aos municípios participantes e disponibilizado no site da Rede-SANS.
- Haverá ainda um seminário estadual de divulgação dos resultados da pesquisa no 2º semestre de 2012.

Missão e Princípios da Rede-SANS

Missão da Rede-SANS
Articular e envolver pessoas e instituições de diferentes contextos numa ação integrada de defesa e promoção da alimentação saudável, adequada e solidária.

Princípios da Rede-SANS
Respeito à vida / Solidariedade / Respeito à diversidade / Participação e exercício da cidadania / Autonomia e responsabilidade / Respeito aos bens públicos / Desenvolvimento e sustentabilidade / Diálogo e cultura da paz / Cooperação / Direito à informação transparente / Produção e socialização do conhecimento / Promoção da economia solidária / Bem estar e justiça social.

Responsáveis pela pesquisa e apoio
Responsáveis pela pesquisa: Grupo de pesquisa em Epidemiologia Nutricional e Dietética (cadastrado no CNPq), coordenado pela Profa. Maria Rita Marques de Oliveira do Instituto de Biociências de Botucatu – Departamento de Educação – Centro de Estudos e Práticas em Nutrição (CEPRAN). contato: redesans@redesans.com.br – Fone: (14) 3880 0162.

Apoio:
.:UNAERP .:UNIMEP .:UNIMAR .:UNIARA .:FAI .:CEUNSP .:UNIRP .:FMB/UNESP .:FCA/UNESP .:FAAU/UNESP .:CLARETIANAS .:USC .:UNOESTE .:UNIP .:PUC .:ASSER .:FIVR .:USJT .:UNITAU .:UNIFAFIB

Questionários da Pesquisa
.:Formulário de avaliação da antropometria realizada na Atenção Básica
.:Questionário de avaliação da Vigilância Alimentar e Nutricional na Atenção Básica – equipe da unidade de saúde
.:Questionário de avaliação da Vigilância Alimentar e Nutricional na Atenção Básica – perfil da gestão da unidade de saúde
.:Questionário sobre sistematização da informação do município quanto à Vigilância Alimentar e Nutricional

Protocolos da Pesquisa
.:Protocolo para preenchimento do formulário de avaliação da antropometria realizada na Atenção Básica
.:Protocolo para aplicação do questionário de avaliação da Vigilância Alimentar e Nutricional na atenção Básica de Saúde – equipe da unidade de saúde
.:Protocolo para aplicação do questionário de avaliação da Vigilância Alimentar e Nutricional na Atenção Básica – gestor da unidade básica de saúde
.:Protocolo para aplicação do questionário sobre informatização dos municípios quanto à Vigilância Alimentar e Nutricional

Vídeo didático de antropometria que compõe o DVD de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável na Atenção Básica, produzido para o treinamento e padronização da coleta de medidas antropométricas dos executores da pesquisa de campo da Rede SANS.


Deixe uma resposta